Zombar da agonia

21/05/2016 12:44

"Peço-te, deixa-me em paz. Sou apenas carne e sangue, e não nasceu ainda o filósofo que saiba suportar com paciência uma dor de dente, por mais que eles escrevam no estilo dos deuses e contestem o acaso ou zombem da agonia."

 

Fala de Leonato em "Muito barulho por nada" de William Shakespeare


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!