Tática globalista?

03/12/2018 15:15

"Há no G-20 dúvidas sobre como será o presidente Bolsonaro. O presidente francês, Emmanuel Macron, disse ontem não vai aprovar acordos de livre comércio com países que queiram deixar o Acordo de Paris, de combate ao aquecimento global, como prometeu Bolsonaro. União Européia e Mercosul estão na fase final de negociação de um acordo comercial. Uma fonte do governo brasileiro, que prefere não se identificar, lembra que Bolsonaro recuou e já afirmou que o país não sairá do Acordo de Paris. 'A declaração do presidente francês não está muito bem fundamentada, mais parece uma nova desculpa para proteger os interesses da área agrícola da França, que sempre opôs ao tratado com o Mercosul', afirma. O recuo a respeito do Acordo de Paris, porém, foi seguido pela escolha para como ministro das Relações Exteriores de Ernesto Araújo, que já disse que a questão 'da mudança climática' é 'uma tática globalista de instilar o medo para obter mais poder.' Além disso, nesta semana o próprio Bolsonaro disse que foi dele a decisão de cancelar a realização no Brasil da Cop-25, a conferência climática da ONU."

 

 

Artigo Com Temer de saída, Brasil terá papel marginal no G-20, do jornalista Estevão Taiar e Marina Guimarães, publicada no jornal Valor de 30/11/2018


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!