Subordinação e dominação

04/10/2019 12:58

"A interferência da religião na política e nas decisões das mais altas esferas judiciais põe em causa o princípio da laicidade do Estado. Os políticos podem, com certeza, ter as suas crenças, mas não deverão, submeter a sua ação política a princípios religiosos nem substituir a Constituição pela Bíblia. A religião afirma-se, nas sociedades contemporâneas, como mais um instrumento de dominação e de subordinação em nome de um Deus que é único e não propriedade privada."

 

Entrevista de Manuel Tavares, professor e autor, para a revista Filosofia Ciência&Vida 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!