Servir ao bem comum?

10/11/2019 13:16

"A crise financeira global encerrou um período em que a crença nos mercados era uma espécie de fé religiosa. A questão é o que virá a seguir. Assim como nos anos 30 ou na década de 70, estamos vivendo em um momento em que perdemos confiança nas regras antigas, mas ainda não concordamos sob quais novas regras iremos viver. Essa é uma dúvida que exige resposta urgente porque a alternativa é cair em um nacionalismo populista conduzido por líderes cujo poder emana da perda de fé nos tecnocratas. A infraestrutura do capitalismo corporativo não irá desaparecer. O que a gente precisa é restringir e fortalecer essa infraestrutura para que ela sirva melhor ao interesse público. Será preciso reconstruir a fé nos mercados e no capitalismo mostrando que ambos podem servir ao bem comum."

 

Entrevista de Binyamin Appelbaum, jornalista e economista do "new York Times" ao jornalista Roberto Rockmann, publicada no jornal Valor de 8/11/2019


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!