Self, sujeito, desaparecer

01/04/2016 13:30

"Os pensamentos, em si, não são um problema; identificar-secom eles é o que é. Achar que somos quem pensa os nossos pensamentos - isto é, não reconhecer que o pensamento presente é uma aparição transitória na consciência - é uma ilusão que produz quase todos tipos de conflito e infelicidade humana."

"O self que não sobrevive ao exame minucioso é o sujeito da experiência em cada momento presente - a sensação de ser um pensador de pensamentos no interior de nossa cabeça, a sensação de ser dono ou habitante de um corpo físico, do qual esse falso self parece se apropriar como uma espécie veículo. Mesmo que você não acredite na existência desse homúnculo - talvez porque acredite, com base na ciência, que você é idêntico ao seu corpo e cérebro e não residente fantasmagórico de seu interior - , é quase certo que você se sente como um self interno em quase todos os momentos em que está acordado. E, no entanto, se for procurado, esse self não será encontrado em lugar nenhum. Ele não pode ser visto em meio às circunstâncias da experiência, nem pode ser visto quando a própria experiência é considerada como uma totalidade. Contudo, sua ausência pode ser encontrada - e, nesses casos, o sentimento de um self desaparece." 

 

Sam Harris, Despertar - Um guia para a espiritualidade sem religião


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!