Rádios e cérebros

18/05/2016 12:13

"Agora compreendemos que o desenvolvimento normal do cérebro é uma função da interação entre a herança genética e experiência no meio ambiente. O genoma interagindo com o ambiente interno do organimo fornece a forma geral do cérebro, enquanto que a atividade do sistema nervoso e a estimulação sensória fornecem os meios pelos quais o cérebro recebe sua sintonia fina e se torna plenamente oporacional. Mas esta 'sintonia fina' do cérebro não depende da adição de novos componentes e conexões, da maneira como um rádio normalmente é montado em uma fábrica. Ao invés disso, é alcançada através da eliminação de muito do que está originalmente presente. É como se o rádio chegasse à linha de montagem com o dobro de componentes elétricos e conexões necessárias."

 

Cecilia Heyes e Davil Hull, Teoria da seleção e contrução social ("Selection theory and social construction", tradução e adaptação de Ricardo E. Rose)

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!