Poder sobre as almas

07/06/2016 12:40

"Heidegger procura eliminar tudo o que se funda fora da morte e Sartre procura eliminar tudo o que se baseia na morte. Uma análise tão violenta deve traduzir a mesma obsessão e o teatro da morte de Sartre parece confirmar-nos a força dessa obsessão. Se a morte heideggeriana é Isolda, a loura, e a morte sartriana Isolda das brancas mãos, o Tristão é o mesmo."

"Hoje, as filosofias revolucionárias colocam a morte entre parenteses e as filosofia reacionárias colocam-se sob o signo da morte. A morte é o campo de batalha, o palco eterno, cuja posse dá o poder sobre as almas. Quem possui a morte possui o poder!"

 

Edgar Morin, O homem e a morte


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!