Sempre um país pobre

02/11/2019 12:59

"Não é a primeira vez em nossa história recente que isso acontece: depois da crise da dívida externa, no início dos anos 1980, nosso PIB caiu bastante e, em 2000, vinte anos depois, ele ainda estava no mesmo patamar de 1980. De fato, quando se olha o que aconteceu durante as últimas quatro décadas, constata-se que nosso PIB cresceu à taxa média de apenas 0,7% ao ano. Nesse ritmo levaremos pouco mais de 94 anos para dobrar nosso PIB per capita. Ou seja, levaríamos os próximos 100 anos até conseguir dobrar o PIB per capita atingido em 2014! Assim, a resposta, pelo menos de um ponto de vista econômico, de que o futuro nos aguarda, parece clara: o Brasil vai continuar patinando, mudando em um ritmo quase imperceptível. A 'sensação térmica', porém, vai ser pior: o resto do mundo continua avançando em ritmo mais acelerado do que nós e vai nos deixar para trás. Na média do período 1981-2019, o PIB per capita nas economias avançadas cresceu 1,8% ao ano e nos países em desenvolvimento 3% ao ano. Ou seja, o futuro do Brasil parece ser voltar a ser um país pobre."

 

Texto Brasil, país sem futuro? de Armando Castelar Pinheiro, coordenado de Economia Aplicada do Ibre/FGV e professor da Direito-Rio/FGV e do IE/UFRJ, publicado no jornal Valor de 1/11/2019  


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!