Objetos do universo e nada

23/04/2016 22:27

"Isso nos leva ao primeiro resultado, ao qual precisamos nos acostumar primeiro: Existem muitos objetos que não existem no universo. Ou seja, o universo é menor do que suspeitávamos, mesmo que consista de centenas de bilhões de galáxias e de um número astronômico de partículas subatômicas. O universo possui carga energética inimaginável e abarca muitos fatos inexplorados e... mesmo assim, é apenas uma província entre outras, uma PROVÍNCIA ONTOLÓGICA do todo. O universo é ontologicamente provincial simplesmente porque existe muito que não ocorre no universo."

"Imaginemos que nada, absolutamente nada existe: tempo, espaço, suricatas , meias, planetas, sóis, nada disso. Nessa situação absolutamente erma e triste seria o caso que nada existe, e o pensamento segundo o qual nada existe nesse caso aparenta ser verdadeiro. Disso segue, porém, que também no nada ermo existe menos um fato, ou seja, o fato de que se trata de um nada ermo. Esse fato, porém, de forma alguma seria nada."

 

Markus Gabriel, Por que o mundo não existe  


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!