No final da modernidade

01/11/2021 12:40

 

“Mas, no final da modernidade, o racionalismo desapareceu, e é no crepúsculo do humanismo que hoje sobrevivemos, no qual uma nova e gigante oscilação pode ser percebida. A razão foi suplantada pelo domínio financeiro, de tal modo que a cultura do pertencimento substituiu a razão universal, e que o ressentimento identitário tomou o lugar da solidariedade social. O legado do humanismo e do Iluminismo são anulados com o legado do socialismo. O socialismo, no entanto, voltou na forma de nacional-socialismo: no discurso e na agenda política de Trump, de Putin, de Salvini, de Erdogan e de Modi.”

 

Franco Berardi, Asfixia

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!