Nada mantém uma forma constante e fixa

25/05/2019 14:56

"Tudo na terra está em um fluxo contínuo: nada mantém uma forma constante e fixa, e nossas afeições, que se apegam a coisas externas, necessariamente passam e mudam com elas. Sempre à frente ou atrás de nós, elas lembram o passado que não é mais ou prevêem o futuro que muitas vezes não deve acontecer: não existe nada sólido a que o coração possa se apegar. Assim, neste mundo só conhecemos o prazer que passa; a felicidade que dura, duvido que seja conhecida."

 

Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) filósofo e escritor suíço em Os devaneios do caminhante solitário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!