Mais reformas

07/07/2019 14:15

"Para combater as desugualdades de opotunidades é preciso aumentar os gastos sociais em uns 3% do PIB. É, portanto, fundamental responder à questão sobre de onde viria o dinheiro. 'É impossível fazer algo grande sem fazer uma reforma da Previdência impactante e uma reforma do Estado caprichada', reforçou. Salários dos servidores e Previdência respondem, nos três níveis de governo, por 80% da despesa. Na comparação com outros países fica evidente que esse é um percentual muito alto. No México, os dois gastos consomem cerca de 42% do gasto total, no Chile é 45%, na Colômbia e no Reino Unido, 60%. Coreia e Suécia gastam pouco menos de 60% e nos Estados Unidos chega a 70%. O gasto médio, portanto, está entre 50% e 60%. Se no Brasil caísse para 60% se economizaria 7% do PIB."

 

Texto Após a Nova Previdência outras reformas virão, de Claudia Safatle, publicada no jornal Valor de 5/7/2019


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!