Insuportável presença

17/07/2019 11:49

"Deus não está exatamente morto, mas voltou o traseiro para a humanidade, que já agora só pode sentir sua insuportável presença na sua ameaçadora ausência. O conceito levemente desesperado da estética como forma secularizada de transcendência ainda muito bem, obrigado, na Herbert Reaf=d Memorial Lecture (1990) de Salman Rushdie, que ensaia alguns  bem-intencionados chavões liberais sobre a missão da arte no sentido de nos fornecer antes perguntas que respostas. Não parece tão evidente assim que Dante ou MichelAngelo enxergassem as coisas desta maneira."

 

Terry Eagleton, A morte de Deus na cultura


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!