Hegel e a história

08/07/2024 00:01

 

“Por ironia chamamos esta interpretação hegeliana da história a marcha de Deus na terra, porquanto Deus, de resto, só foi criado ele próprio pela história. Esse deus dos historiadores não chegou a uma clara compreensão de si mesmo senão nos limites que lhe traçam os cérebros hegelianos; ele já se elevou a todos os graus de seu ser possível, do ponto de vista dialético, até essa autorrevelação: de modo que, para Hegel, o ponto culminante e o ponto final do processo universal coincidiriam com sua própria existência berlinense.”

 

Friedrich Nietzsche, Da utilidade e do inconveniente da história para a vida