Galinha estatelada no chão

29/11/2018 14:45

"No século 21, passa a país emergente: uma país que estava praticamente atingindo aquele horizonte vislumbrado por (Stefan) Zweig, quase cumprindo a promessa de chegar ao futuro por meio do crescimento econômico e da inclusão social. Mas como bem representou a sequência de capas da The Economist de 2009, 2013 e 2016, o o decolar se transformou num voo de galinha estatelado no chão. Do crescimento econômico espetacular da primeira década do século 21, entrou-se em uma recessão profunda."

 

 

Artigo As múltiplas faces do conservadorismo brasileiro, de Rosana Pinheiro Machado e Tatiana Vargas Maia, publicado na revista Cult nº 234


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!