Estado atuante

07/05/2020 14:20

"Por essas razões, acho perigoso falar em privatizações sem qualquer critério, como se fosse uma fórmula mágica para trazer justiça social e riqueza a todos. Não acredito em um Estado pesado, lento e desorganizado. Mas acredito em um Estado forte. Principalmente em um país como o nosso. Um Estado que seja capaz de atuar, tornando mais justas as condições de competição. Capaz de atuar através também de suas empresas (e não só de suas leis) para maior distribuição de riqueza e condições de competição para todos."

 

Eduardo Moreira, O que os donos do poder não querem que você saiba


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!