Esquecer a morte

20/06/2020 13:12

“É para não ter de enfrentar a morte que procura toda sorte de ocupação, sobrecarregando-se com negócios e encargos, com a fortuna e a honra. É o que inventa para ser feliz; assim passa “o dia todo a correr atrás de uma lebre que ninguém desejaria comprar”. Mas, conclui Pascal, “essa lebre não nos livra da visão da morte e das misérias, mas a caça — que nos desvia dela —dela nos livra”. Portanto, o que mais importa ao ser humano não é ser bem-sucedido em suas incumbências, mas nelas estar imerso para esquecer que está fadado a morrer.”

 

Scarlett Marton, A morte como instante de vida

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!