Economia que cresce encolhendo

26/08/2019 01:44

"A esquerda já deitou e rolou com discuro sobre a extração da mais-valia, o trabalho que parece pago mas não o é, enquanto fonte de acumulação de capital. Mas se omite sobre outra noção contida em 'O capital', de Marx: menos-valia, a desacumulação. É o fracasso do capital sem responsabilidade social e de dirigentes sem consciência científica das contradições sociais que os empreendimentos geram, como essa. É que ignoram que o mero crescimento econômico sem desenvolvimento econômico e social é o da economia que cresce encolhendo. Cresce para alguns e encolhe para outros. Há até mesmo uma territorialidade desse duplo movimento, que lhes dá o alerta da visibilidade: centro e periferia, regiões ricas e regiões pobres."

 

Trecho do artigo O futuro sem poesia de José de Souza Martins, sociólogo e pesquisador, publicado no jornal Valor de 23/08/2019


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!