Depois da ruína

06/11/2015 17:39

"O pior tipo de otimismo é aquele que animava Lênin e os bolcheviques, que fazia com que acreditassem que haviam colocado a humanidade na trilha da solução dos problemas residuais da história, e que fez com que também destruíssem todas as instituições e todos os procedimentos pelos quais os erros podem ser corrigidos. A máquina resultante, desprovida de qualquer mecanismo de feedback com relação ao seu funcionamento, continuou a operar, é verdade, por outros setenta anos. Porém, quando ela ruiu, sessenta milhões de pessoas haviam morrido como resultado da insensatez e da perversidade que foram programadas nela, e a sociedade que sobreviveu a esse desastre foi (e é) indubitavelmente a mais desmoralizada que o mundo jamais conheceu."

Roger Scruton, As vantagens do pessimismo 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!