Brutalidade do real

01/05/2019 13:51

"Nossa demanda por fatos novos parece ter aumentado. O Brasil tem sido generoso, embora os fatos sejam quase sempre negativos e não nos levem, necessariamente, a lugar nenhum. Ferreira Gullar dizia que a vida não basta, daí a importância da arte. Goethe, por sua vez, dizia que a arte é um esforço dos vivos para criar um sistema de ilusões que nos protege da realidade cruel. Dentro de um universo mais amplo, a política também deveria ser um sistema de ilusões que nos ampara da brutalidade do real. Cármen Lucia (ministra do STF), de uma certa maneira, expressou isso quando disse ou democracia ou guerra, referindo-se a uma possível falência do Estado, o que nos jogaria numa batalha de todos contra todos.

 

Fernando Gabeira, em artigo O ano da encruzilhada, publicado no livro Democracia Tropical


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!