Brasil, lugar mais triste que há

15/11/2018 15:20

"Tentativas como a de Afonso Celso de animar a terra do Carnaval e da Garota de Ipanema podem parecer supérfluas, mas o Brasil, de fato, sempre se sentiu abatido. 'O jaburu', escreveu o historiador Capistrano de Abreu, 'é a ave que para mim simboliza a nossa terra. Tem estatura avantajada, pernas grossas, asas fornidas, e passa os dias com uma perna cruzada na outra, triste, triste, daquela austera, apagada e vil tristeza.' A tristeza brasileira é diferente, mais sutil, do que sua teatral prima espanhola. Escondida atrás dos dançantes ritmos africanos do samba jaz uma melancolia que não é tão evidente como no tango argentino ou na ranchera mexicana. Para alguém que não entende as letras, esse pesar quase certamente passará despercebido - do contrário fica claro de imediato quão diferente a tristeza brasileira é da saudade que impregna o fado português. Portugal, Argentina e México nunca parecem felizes. O Brasil sim. E o Brasil é um dos lugares mais tristes que há."

 

Benjamin Moser, Autoimperialismo - Três ensaios sobre o Brasil 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!